Início » Governança Corporativa » Diretoria, Conselhos e Comitês

Diretoria, Conselhos e Comitês

Conselho de Administração

Fixa a orientação geral dos negócios da companhia, controla e fiscaliza o seu desempenho. Entre seus poderes está o de propor à Assembleia Geral e aprovar alterações no Estatuto Social da Companhia, decidir sobre a distribuição dos resultados apurados nas sociedades controladas da Companhia, sobre a constituição, fusão, incorporação, cisão ou extinção das sociedades controladas da Companhia ou mesmo sobre a venda de participações ou ativos da empresa.

Membros do Conselho de Administração
Nome Cargo Prazo do Mandado
Gabriel Stoliar Presidente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
José Carlos Reis da Silva Vice-Presidente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Jaime Luiz Kalsing Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Antonio José de Carvalho Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Ricardo Doria Durazzo Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinário (AGO) de 2019
Vicente Humberto Lôbo Cruz Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinário (AGO) de 2019
José Rubens de La Rosa Membro Efetivo Independente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Ricardo Antonio Weiss Membro Efetivo Independente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Sedat Özmen Membro Efetivo Independente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Silvia Pereira de Jesus Lucas Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Paulo Roberto Evangelista de Lima Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Abidias José de Souza Junior Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Andrea Morango Pittigliani Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019

Gabriel Stoliar: Formação: Graduou-se em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, em 1976, pós-graduado em Engenharia de Produção - Área de Projetos Industriais e de Transportes - PIT/COPPE/UFRJ (1976) e MBA-Executivo pela PDG-SDE/RJ, em 1991.
Experiência profissional: Presidente do Conselho de Administração desde maio de 2009. Desde 1978 no Banco Nacional de Desenvolvimento Social - BNDES (instituição financeira) sendo designado, a partir de 1994 até 1997 Diretor do BNDESPAR (gestão de participações sociais); entre 1997 e 2008, na Companhia Vale do Rio Doce (mineração e logística), como Diretor Executivo do Centro Corporativo e de Relações com Investidores e como Diretor Executivo de Planejamento e Gestão; e entre 2008 e 2013 manteve-se vinculado à Vale através de contrato de consultoria, representação em Conselhos e assessoramento à Diretoria. Atualmente é sócio da Studio Investimentos Administradora de Recursos Ltda. (gestão independente de recursos) e membro dos Conselhos de Administração da LOGZ Logística Brasil S.A. (portuário e logística) e da KNIJNIK Engenharia integrada (soluções de engenharia).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Gabriel trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Gabriel não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Gabriel declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

José Carlos Reis da Silva: Formação: Graduado em Tecnologia em Gestão de Comércio Exterior pela Unisul, concluído em 31.10.2008.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal da Brasilcap, de 2013 até 2016; Diretor de Agronegócios do Banco do Brasil, em 2016; Diretor de Distribuição do Banco do Brasil, de 2012 até 2016; Conselheiro de Administração da Brasildental, de 2015 até 2016. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. José Carlos trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista
da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. José Carlos não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. José Carlos declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Jaime Luiz Kalsing: Formação: Mestrado em Sistemas de Gestão pela Universidade Federal Fluminense, concluído em 31.08.2005. Pós-graduado em Formação Geral de Altos Executivos pela Universidade de São Paulo - FEA/USP, concluído em 31.12.1996. Pós-graduado em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.06.1993. Pós-graduado em Administração Financeira pela Faculdades Integradas de Santo Angelo - FISA, concluído em 30.06.1985. Graduado em Ciências Contábeis pela Faculdades Integradas de Santo Angelo, concluído em 31.12.1981. Graduado em Administração de Empresas pela Faculdades Integradas de Santo Angelo - FISA, concluído em 31.12.1979.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal na Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - COLEBA, desde 2016; Professor MBA Gestão de Seguros e Resseguro na Escola Superior Nacional de Seguros, de 2008 até 2016; Conselheiro Fiscal da Suzano Papel e Celulose S.A., de 2010 até 2013; Conselheiro Fiscal da HRT Participações em Petróleo S.A., em 2013. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Jaime trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Jaime não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou
administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Jaime declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Antonio José de Carvalho: Formação: Pós-graduado em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.09.2010. Mestrado em Políticas Públicas pela Universidade Federal da Bahia, concluído em 31.12.2005. Pós-graduado em Docência do Ensino Superior pela UNIFACS - Universidade de Salvador, concluído em 30.11.2006. Pós-graduado em Gestão Financeira pela Universidade Estadual da Paraíba, concluído em 31.07.2002. Pós-Graduado - Altos Executivos Banco do Brasil, pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.11.1994. Graduado em Administração pela Universidade Estadual de Maringá, concluído em 31.12.1977.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal da ANABB - Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, de 2009 até 2012; Conselheiro Fiscal Suplente da ANABBPREV - Fundo de Pensão Multipatrocinado, de 2009 até 2012; Conselheiro Fiscal da Forjas Taurus S.A., de 2011 até 2012. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Antonio trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Antonio não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Antonio declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Ricardo Doria Durazzo: Formação: Graduou-se em Engenharia Mecânica e especializou-se em Engenharia da Computação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, em 1984 e 1987, respectivamente; M.S. em Engenharia Mecânica (Smart Products, Mecatrônica e Robótica e Smart Product Design Laboratory) pela Stanford University/EUA, em 1989; e MBA em Finanças e Gestão pela Cornell University/EUA, em 1991.
Experiência profissional: Trabalha, desde 2010 como: Sócio-Diretor na Rubicon S.A. (consultoria de gestão de empresas); Senior Counselor na McKinsey & Company (consultoria de gestão de empresas); e Sócio e Membro do Comitê de Investimento na Terra Boa Capital (gestora de recursos); em 2015 foi eleito Diretor e Membro do Conselho de Administração na Saraiva Editores e Livreiros S.A. (negócios Editoriais e Varejo); foi Diretor e Membro do Conselho de Administração na Indústrias Romi S.A. (automotivo), de 2013 até 2015; na Cia. Providência (fabricação e comércio de plásticos em geral), de 2012 até 2014; e na Viver Incorporadora (incorporação imobiliária), de 2012 até 2013. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Ricardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Ricardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Ricardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Vicente Humberto Lôbo Cruz: Formação: Graduou-se em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 1985 e em Letras pela Universidade Federal de Goiás, em 1992, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, em 2002 e Pós-Graduação em Engenharia de Processos Minerais pela Universidade de São Paulo - USP, incompleto.
Experiência profissional: O Sr. Vicente é Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, desde julho de 2016 e membro efetivo do Conselho de Administração da Fertilizantes Fosfatados S.A. (produção de matéria-prima para fertilizantes). Nos últimos 5 anos o Sr. Vicente foi sócio proprietário da Lobo Engenharia de Processos Ltda. (consultoria em processos) até julho de 2016; Diretor Industrial na Vale Fertilizantes S.A. (produção e comercialização de fertilizantes), de fevereiro de 2011 até fevereiro de 2015; Diretor Industrial na Vale Fostatados S.A. (produção e comercialização de fertilizantes), de maio de 2010 até janeiro de 2011 e Diretor Industrial na Bunge Participações Ltda. (Holding) de janeiro de 2010 a maio de 2010.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Vicente trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Vicente não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.

José Rubens de La Rosa:Formação: Engenheiro civil pela Escola Mauá e Administrador pela Universidade Mackenzie e MBA pela USP.
Experiência profissional: Atuou como CFO da Marcopolo S.A. entre 1997 e 2000 e posteriormente CEO na mesma empresa de 2000 a 2016. Atualmente integra o Conselho de Administração da Librelato S.A. e da Duas Rodas S.A., ambas empresas de capital fechado. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. José trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. José não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. José declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo. O Sr. José foi indicado pelos seguintes acionistas não controladores ONYX Latan Equity Fund, Kinea I PIPE FIA, Kiena PIPE FIA, Vinci gas Discovery Master FIA, Vinci Gas Seleção Dividendos FIA, Valor FIA, Oceana Long Biased Master FIA, Oceana Valor Master FIA, Oceana Selection FIA, Oceana Long Biased Master FIM, Offshore LLC, Studio Master FIA, Studio Masetr II FIA, Clube de Investimentos dos Empregados da Vale - Investvale, Huahine LLC e SI Mistral FIA e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização.

Ricardo Antonio Weiss: Formação: Engenheiro civil pela USP-SP e pós graduando em administração pelo CEAG-FGV.
Experiência profissional: Atuou como presidente da Anglo American no Brasil, CEO da Santista Textil e CEO da Tavex. Certificado pelo IBGC, atuou como conselheiro independente na Mdias Branco S.A., T4U Holding Brasil e Login Logistica S.A. (onde foi presidente do conselho), todas listadas no Novo Mercado da BMF/Bovespa. Atualmente atua como Conselheiro de Administração na Usiminas S.A. e na Login Logistica S.A. O Sr. Ricardo Antonio Weiss foi indicado pela acionista não controladora TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Ricardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Ricardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Ricardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo. O Sr. Ricardo foi indicado pelos seguintes acionistas não controladores ONYX Latan Equity Fund, Kinea I PIPE FIA, Kiena PIPE FIA, Vinci gas Discovery Master FIA, Vinci Gas Seleção Dividendos FIA, Valor FIA, Oceana Long Biased Master FIA, Oceana Valor Master FIA, Oceana Selection FIA, Oceana Long Biased Master FIM, Offshore LLC, Studio Master FIA, Studio Masetr II FIA, Clube de Investimentos dos Empregados da Vale - Investvale, Huahine LLC e SI Mistral FIA e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização.

Sedat Özmen: Formação: Graduou-se em Engenharia Química pela Robert College, Istambul, Turquia, em 1968; M.S. em Administração Industrial pela Robert College, em 1970; e MBA pela Stanford University, California, EUA, em 1972. Experiência profissional: Membro do Conselho de Administração da Companhia desde 2001. Atuou: (i) desde 2001 até o presente momento, como sócio proprietário da Sema Consultores S/C Ltda. (consultoria gerencial) e Sema Sistemas S/C Ltda.; e (ii) como membro do Conselho de Administração (desde 2002) e do Comitê de Investimento (desde 2001) da São Rafael - Fundo de Pensão da Xerox do Brasil (Previdência Privada); e (iii) de 2001 até 2004, como membro e Presidente do Conselho de Administração da Telet e Americel (telefonia).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Sedat trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy. Declaração de eventuais condenações: O Sr. Sedat não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer. O Sr. Sedat declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.
O Sr. Sedat foi indicado pela acionista não controladora TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização.

Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo : Formação: Graduou-se em Administração pela Universidade Cândido Mendes/RJ.
Experiência profissional: Foi membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia entre abril de 2013 e 2015. Atuou: (i) desde 2015 até o presente momento na estruturação de operações de renda variável da BNDES Participações S.A. - BNDESPAR; (ii) de 2009 e até 2015 no acompanhamento e gestão de carteira de renda variável da BNDESPAR; (iii) entre janeiro e setembro de 2009, na gestão da Carteira de Renda Variável da PREVI (fundo de pensão); e (iii) entre 2003 a 2008 na gestão de recursos da BB DTVM (instituição financeira).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Leonardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Leonardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Leonardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Silvia Pereira de Jesus Lucas : Formação:Conselheira de Administração certificada pelo IBGC desde 2013, com curso de formação em Conselho de Administração pelo IBGC. Pós Graduação em Management com Ênfase em Finanças pela PUC/RJ, concluído em 30.09.2001. MBA Executivo em Telecomunicações pelo IBMEC/RJ, concluído em 30.09.2001. Graduação em Administração de Empresas pela UFRJ, concluído em 02.09.1994. Idiomas: inglês, espanhol, francês e italiano.
Experiência profissional: Consultora associada da Comatrix Gestão e Consultoria, de 2014 a presente data. Diretora Financeira e de Relações com Investidores da Bombril, de 2012 até 2013. Presidente Executiva do Instituto Roberto Sampaio Ferreira, de 2012 a 2013.Controller da Bombril S.A., de 2011 até 2012. Vice Presidente de Finanças e RH - Intelig Telecom, de 2008 a 2009. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sra. Silvia trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sra. Silvia não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sra. Silvia declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Paulo Roberto Evangelista de Lima : Formação: Pós-Graduação em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral, concluído em 28.02.2000. MBA em Formação Geral Básica para Altos Executivos pela Fundação Dom Cabral, concluído em 30.09.1998. MBA em Finanças pelo IBEMEC, concluído em 31.10.1994. Graduação em Administração de Empresas pela Universidade Católica de Goiás, concluído em 31.01.1986.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal da CECRISA Revestimentos Cerâmicos S.A, desde 2016. Conselheiro Fiscal Suplente da Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais - Usiminas, desde 2016. Diretor da Rocha e Lima Assessoria e Consultoria Ltda., desde 2015. Consultor na JL Rodrigues, Castro Átila e Consultores Associados, desde 2015. Presidente do Conselho de Administração do Banco de Brasília, de 2013 até 2014. Presidente do Conselho de Administração do Cartão BRB S.A., de 2013 até 2014. Conselheiro Fiscal da CASSI, de 2010 até 2012. Conselheiro de Administração e Coordenador do Comitê Jurídico e de Auditoria da CELESC, de 2008 até 2012. Coordenador do Sub Comitês de Riscos Operacionais e de Mercado do Brasil S.A., de 2010 até 2012. Membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil Viena -Áustria, de 2011 até 2012. Membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil Securities - Cingapura, Londres, Nova Iorque, de 2010 até 2012. Diretor de Gestão de Riscos do Banco do Brasil, de 2010 até 2012. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Paulo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Paulo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Paulo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Abidias José de Souza Junior : Formação: MBA em Administração e Finanças pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 31.05.2009. MBA em Marketing pela PUC, concluído em 31.03.2006. MBA em Formação Geral para Altos Executivos pela USP, concluído em 31.12.2001. Pós-graduação em Comércio Exterior pelas Universidade de Vila Velha, concluído em 31.03.1997. Graduação em Estudos Sociais pela CEUB - Brasília, concluído em 31.12.1985.
Experiência profissional: Membro do Conselho Fiscal da Jereissati Telecon, desde 2016; Vice-Presidente da ABDE - Associação Brasileira de Instituições Financeiras de desenvolvimento, desde 2013; Presidente do Banco da Amazônia, de 2007 até 2013; Assessor Especial do Presidente no Banco do Brasil, até 2013; Diretor na Alide - Asociación Lationamericana de instituciones para el Desarrollo, em 2013; Conselheiro e Vice -Presidente do Conselho de Administração do Banco da Amazônia, de 2007 até 2013; Conselheiro de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus, de 2007 até 2013; Conselheiro de Administração da FUCAPI - Fundação, Ciência, Análise e Pesquisa da Amazônia, de 2007 até 2013; Presidente da BB Turismo, em 2013; Conselheiro, Vice-Presidente e Diretor da ASBAN - Associação de Bancos dos Estados do Pará, Amapá, Acre e Amazonas, de 2007 até 2012. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Abidias trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Abidias não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Abidias declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Andrea Morango Pittigliani : Formação: Graduou-se em Engenharia Química pela Pontifícia Universidade Católica - PUC RJ, em 1987 e concluiu seu MBA pela Stanford Graduate School of Business em 1992.
Experiência profissional: atuou (i) desde julho de 2007 até o presente momento como Diretora Financeira da Telos (fundo de pensão); e (ii) entre junho de 2002 e julho de 2007 como Diretora Financeira da Embratel Participações S.A. (telecomunicação). Antes de trabalhar no grupo, atuou por 3 anos no Citibank.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais a Sra. Andrea trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: A Sra. Andrea não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendida ou inabilitada para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
A Sra. Andrea declara que não é considerada uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo. A Sra. Andrea foi indicada pela acionista minoritária TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social.

Diretoria

A Diretoria é responsável por executar as medidas necessárias para alcançar os objetivos da empresa previstos no estatuto social. Também representa a empresa na Justiça ou fora dela, durante conflitos, processos judiciais ou outro tipo de convocação legal. Os membros da diretoria fazem a celebração de negócios jurídicos, como contratos ou outras transações. O órgão é liderado pelo Diretor Presidente, que convoca as reuniões e comanda as atividades gerais da companhia. Nas deliberações da Diretoria, o Diretor Presidente tem o voto de desempate, além do voto comum. As reuniões da Diretoria devem ter a presença de, no mínimo, 3/5 (três quintos) dos seus membros.

Membros da Diretoria Executiva
Nome Cargo Prazo do Mandado
Luiz Tarquínio Sardinha Ferro Diretor Presidente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Fernando Cestari de Rizzo Diretor Vice Presidente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019
Thiago Fontoura Struminski Diretor Vice Presidente
Diretor de Relações com Investidores
Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2019

Luiz Tarquínio Sardinha Ferro: Formação: Graduou-se em Economia pela Universidade de Brasília e pós graduou-se em Economia pela FGV-RJ.
Experiência Profissional: Diretor Presidente da Companhia desde dezembro de 2002 e Diretor de Relações com Investidores da Companhia de dezembro de 2002 a dezembro de 2013. No período de julho de 2001 a abril de 2003 foi Presidente do Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (mineradora e operadora de logística); no período de 1998 a 2002 foi Presidente da PREVI - Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (fundo de pensão). Antes disto, de 1996 a 1998 ocupou a Superintendência de Finanças do Banco do Brasil (instituição financeira).
Declaração de Eventuais Condenações: O Sr. Tarquínio não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Tarquínio declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Fernando Cestari de Rizzo: Formação: Graduou-se em Engenharia Mecânica na FAAP, em 1993 e pós-graduou-se em 1996 pela FGV-SP / CEAG. Em 2000 cursou, em período integral, MBA em Marketing e Finanças na Indiana University
(Bloomington, IN/ EUA).
Experiência Profissional: O Sr. Fernando é Diretor Vice Presidente da Unidade de Negócios Automotivos da Companhia desde julho de 2012. Entre 1992 e 1995 foi estagiário e engenheiro da Sofunge (Mercedes Benz do Brasil adquirida pela Tupy em novembro de 1995); entre 1996 e 1998 foi Engenheiro de Desenvolvimento de Produtos na Tupy American Foundry Corp.; entre 2000 e 2003 foi responsável pelo planejamento estratégico da Tupy S.A.; e entre 2004 e 2012 foi Diretor Vice Presidente de Vendas da Tupy S.A.
Declaração de Eventuais Condenações: O Sr. Fernando não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Fernando declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Thiago Fontoura Struminski: Formação: Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, especializou-se em Economia pela Fundação Getúlio Vargas - Master in Business Economics - e concluiu com êxito o Program for Leadership Development promovido pela Harvard Business School.
Experiência Profissional: Atua, desde setembro de 2009 na Tupy nas funções de Coordenador Planejamento Estratégico até março de 2012, Gerente de Relações com Investidores até março de 2014, Gerente Sênior de Planejamento Corporativo e S&OP até abril de 2015 e Diretor de Planejamento Estratégico & M&A até Janeiro de 2016. Foi eleito para os cargos de Diretor Vice-Presidente de Finanças, Controles e Administração e Diretor de Relações com Investidores em janeiro de 2016.
Declaração de Eventuais Condenações: O Sr. Struminski não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Struminski declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Conselho Fiscal

Criado de acordo com a Lei de Sociedades Anônimas, o Conselho de Fiscal tem autonomia para estabelecer a ordem de seus trabalhos e definir suas normas regimentais. Entre as suas funções está opinar sobre a contratação da auditoria independente ou sua substituição e supervisioná-la; recomendar ao Conselho de Administração o responsável pela auditoria interna, bem como sua eventual substituição; analisar e rever as políticas contábeis usadas nas demonstrações da empresa. Além disso, o Conselho revisa as demonstrações contábeis e financeiras, relatórios e outros documentos da empresa.

Membros do Conselho Fiscal
Nome Cargo Prazo do Mandado
Denise Lopes Vianna Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018
Kurt Janos Toth Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018
João Augusto Monteiro Membro Efetivo Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018
Benilton Couto da Cunha Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018
Cesar Augusto Chaves Mendonça Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018
Eduardo Arruda de Brito Membro Suplente Até Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2018

Denise Lopes Vianna: Formação: Graduou-se em Direito pela AEUDF - Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal, em 31 de dezembro de 1986, MBA em Contabilidade de Custos pela USP - Universidade de São Paulo
(31/12/2003).
Experiência profissional: Nos últimos 5 anos, ocupou os seguintes cargos: (i) Conselheira Deliberativa na Orizon - Companhia Brasileira de Gestão de Serviços (atividades administrativas e serviços complementares), de 02/2009 até 11/2010; (ii) Diretora na Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil - CASSI (associação sem fins lucrativos - assistência social na modalidade de autogestão dos funcionários do Banco do Brasil), de 06/2008 até 06/2012; (iii) Conselheira de Administração efetiva na Jereissati Participações (holding e prestação de serviços de assessoria e consultoria econômica, financeira e tributária), de 04/2011 até 10/2012; (iv) Conselheira Deliberativa efetiva na Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil - ANABB (associação sem fins lucrativos - representação dos funcionários do Banco do Brasil), de 01/99 até 10/2012; (v) Diretora na CASSI, de 06/2008 até 11/2010; (vi) Conselheira Deliberativa na Orizon do Brasil (atividades administrativas e serviços complementares), de 07/2009 até 09/2011; (vii) Conselheira de Administração na ANABB, de 06/2008 até 08/2010.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais a Sra. Denise trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: A Sra. Denise não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendida ou inabilitada para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
A Sra. Denise declara que não é considerada uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Kurt Janos Toth: Formação: Pós Graduação em Finanças pela PUC-RJ concluída em 1977. Graduação em Economia pela Universidade Federal Fluminense concluída em 1973.
Experiência Profissional: Conselheiro Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A., de 2008 até 2017. Conselheiro Fiscal da AES Tietê S.A., de 2008 até 2015. Conselheiro Fiscal da AES Elpa S.A. de 2008 até 2014. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Kurt trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Kurt não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Kurt declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

João Augusto Monteiro: Formação: Graduou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, em 1971; Advanced Management Program - Harvad Business School/EUA; Program Executive Development - IMEDE/Suíça; e MBA em Finanças e Marketing pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE).
Experiência profissional: Membro titular do Conselho Fiscal da Companhia desde 2008. Atua (i) como Diretor de Marketing e Comunicação da FETRANSPOR (Federação do Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) desde 2004; e (ii) de 2002 até 2004, como membro do Conselho das empresas TELET e AMERICEL (Telecomunicação).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o João Augusto trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. João Augusto não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. João Augusto declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.
O Sr. João Augusto foi indicado pela acionista minoritária TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social.

Benilton Couto da Cunha: Formação: MBA em Auditoria pela USP-FIPE-CAFI, concluído em 31.10.2001. Pós Graduação em Gestão de Qualidade em Serviço pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.04.1998. Graduação em Administração de Empresas pelo Instituto Gay Lussac, concluído em 31.12.1991. Graduação em Ciências Econômicas pela Faculdade de Ciências Econômicas Dom Bosco, concluído em 31.12.1980.
Experiência profissional: Conselheiro Consultivo da Caixa de Assistência Social dos Funcionários do Banco do Brasil - Previ, em 2014. Gerente Executivo do Banco do Brasil, de 2008 até 2011. Diretor Executivo e de Controle da Economus - Instituto de Seguridade Social, em 2011. Diretor Executivo do Banco Popular do Brasil - Banco do Brasil, de 2007 até 2008. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Benilton trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Benilton não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Benilton declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Cesar Augusto Chaves Mendonça: Formação: Graduou-se em Engenharia Mecânica-Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA (2002) e possui Mestrado em Administração pelo COPPEAD UFRJ (2009).
Experiência profissional: Gerente da Área de Mercado de Capitais do BNDES desde 2014; membro suplente do Conselho Fiscal da Klabin S.A. (produção de papel e celulose) desde abril de 2016; e Assessor na Área de Mercado de Capitais do BNDES entre 2011 e 2014.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Cesar trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Cesar não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Cesar declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Eduardo Arruda de Brito: Formação: Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2000. MBA em Finanças pelo IBEMEC, 2000.
Experiência profissional: É gerente de Investimento da TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social desde novembro de 2007, tendo ocupado o mesmo cargo anteriormente na Fundação Eletrobrás de Seguridade Social por um período de 5 anos (maio/2003 a novembro/2007). Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Eduardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Eduardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Eduardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo. O Sr. Eduardo foi indicada pela acionista minoritária TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social.

Comitê de Auditoria e Riscos

Membros do Comitê de Auditoria e Riscos
Nome Cargo Prazo do Mandado
João Verner Juenemann Coordenador do Comitê de Auditoria e Riscos 30 de junho de 2019
Maria Carmen Westerlund Montera Membro do Comitê (Efetivo) 30 de junho de 2019
José Carlos Reis da Silva Membro do Comitê (Efetivo) 30 de junho de 2019

João Verner Juenemann: Formação: Contador pela PUC/RS em 1962, Administrador e Pós Graduado em Auditoria pela UFRGS em 1971. Fundador da Juenemann & Associados (atuação em auditoria independente de 1977 a 2015 e em perícias judiciais).
Experiência profissional: Conselheiro de Administração, membro de Comitês de Auditoria e Riscos e Conselheiro Fiscal de várias empresas abertas e fechadas nos últimos 30 anos; atualmente Conselheiro de Administração e coordenador do Comitê de Auditoria do Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. (instituição financeira) (2015 e 2016) e de Forjas Taurus S.A. (indústria de armamentos) (2015 e 2016) e membro do Comitê de Auditoria e Riscos da Tupy S.A. desde 2009. Membro do Comitê de Auditoria e Risco da Paquetá Calçados (indústria calçadista) desde 2016. Presidente do Conselho Fiscal do Instituto de Desenvolvimento Gerencial S.A. (Falconi Consultores de Resultado), desde 2011, Saraiva S.A. Livreiros Editores, desde 2014. Presidente do Colégio de Vogais da FACPC - Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis (2015 a 2017) e membro do Comitê de Indicação do Conselho de Administração do IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (2012 a 2016). Foi Conselheiro Fiscal efetivo da Plascar Participações Industriais S.A. (indústria de componentes plásticos), da Sonae Sierra Brasil S.A. (administradora de shopping centers) (2013/2015) e da Dimed S.A. Distribuidora de Medicamentos (2009/2015). Foi Presidente do Conselho Federal de Contabilidade (1982/1985), membro do Conselho de Administração do IBGC (2005/2008), Presidente do Conselho Fiscal do Banco Meridional do Brasil S.A. (1975/1986), professor da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1972/1986) e Co-autor do Guia de Orientação para as Melhores Práticas para o Conselho Fiscal - 2005 e para o Comitê de Auditoria - 2009, emitidos pelo IBGC.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. João trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. João é membro do Comitê de Auditoria e Riscos da Companhia. O Sr. João não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. João declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Maria Carmen Westerlund Montera: Maria Carmen Westerlund Montera é economista formada pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro da Universidade Candido Mendes, é também bacharel em Letras pela PUC/RJ, com especialização em Mercado de Capitais na EPGE/FGV/RJ. Atualmente é membro do Conselho Fiscal da Aes Tietê Energia S.A. e membro suplente do Conselho Fiscal da Brasiliana Participações desde abril de 2017 , membro suplente do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo, desde maio de 2011, e membro suplente do Conselho Fiscal da Klabin S.A. desde março de 2017. É também membro do comitê de auditoria e riscos da BR Insurance S.A. desde janeiro de 2017 e membro do comitê de auditoria e riscos da Tupy S.A desde 2009. Foi gerente na BNDES Participações S.A.- BNDESPAR responsável pelo investimento em empresas e em fundos de investimentos, de 1987 a 2002, chefe do Departamento de Comunicação e Cultura do BNDES em 2004 e economista do Departamento de Gestão e Acompanhamento da Carteira da BNDESPAR de 2005 a junho de 2013. Foi também membro do Conselho de Administração da Tupy S.A. de 2006 a 2013 e da Cia de Distribuição de Gás do Rio de Janeiro (cia aberta concessionária distribuidora de gás) de 2006 a 2012, membro do Conselho Fiscal da AES Elpa em 2011-2013 e da AES Tietê SA em 2011-2013,2014-2015, e membro do comitê de governança e gestão de pessoas da Tupy S.A. Foi ainda, membro do Conselho de Administração e dos comitês financeiro e de gestão da Brasil Ferrovias e da Ferronorte SA (cias abertas concessionárias de ferrovias), membro do comitê de investimentos do Fundo FIP Brasil Energia e do Fundo de Petróleo, Gás e Energia e membro do Conselho de Administração de Spes prestadoras de serviços para a Petrobrás (Companhia de Recuperação Secundária CRSEC, Marlim Participações e Nova Marlim Participações) e membro suplente do Conselho de Administracão da Net Serviços de Comunicação SA e do comitê de Finanças da Telemar Participações SA. Maria Montera não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

José Carlos Reis da Silva: Formação: Graduado em Tecnologia em Gestão de Comércio Exterior pela Unisul, concluído em 31.10.2008.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal da Brasilcap, de 2013 até 2016; Diretor de Agronegócios do Banco do Brasil, em 2016; Diretor de Distribuição do Banco do Brasil, de 2012 até 2016; Conselheiro de Administração da Brasildental, de 2015 até 2016. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. José Carlos trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista
da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. José Carlos não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. José Carlos declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Comitê de Governança e Gestão de Pessoas

Membros do Comitê de Governança e Gestão de Pessoas
Nome Cargo Prazo do Mandado
Sedat Özmen Coordenador do Comitê de Governança e Gestão de Pessoas 30 de junho de 2019
Antonio José de Carvalho Membro do Comitê (Efetivo) 30 de junho de 2019
Marcus Roger Martins da Costa Membro do Comitê (Efetivo) 30 de junho de 2019
Vicente Humberto Lôbo Cruz Membro do Comitê (Efetivo) 30 de junho de 2019

Sedat Özmen: Formação: Graduou-se em Engenharia Química pela Robert College, Istambul, Turquia, em 1968; M.S. em Administração Industrial pela Robert College, em 1970; e MBA pela Stanford University, California, EUA, em 1972. Experiência profissional: Membro do Conselho de Administração da Companhia desde 2001. Atuou: (i) desde 2001 até o presente momento, como sócio proprietário da Sema Consultores S/C Ltda. (consultoria gerencial) e Sema Sistemas S/C Ltda.; e (ii) como membro do Conselho de Administração (desde 2002) e do Comitê de Investimento (desde 2001) da São Rafael - Fundo de Pensão da Xerox do Brasil (Previdência Privada); e (iii) de 2001 até 2004, como membro e Presidente do Conselho de Administração da Telet e Americel (telefonia).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Sedat trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy. Declaração de eventuais condenações: O Sr. Sedat não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer. O Sr. Sedat declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.
O Sr. Sedat foi indicado pela acionista não controladora TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização.

Antonio José de Carvalho: Formação: Pós-graduado em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.09.2010. Mestrado em Políticas Públicas pela Universidade Federal da Bahia, concluído em 31.12.2005. Pós-graduado em Docência do Ensino Superior pela UNIFACS - Universidade de Salvador, concluído em 30.11.2006. Pós-graduado em Gestão Financeira pela Universidade Estadual da Paraíba, concluído em 31.07.2002. Pós-Graduado - Altos Executivos Banco do Brasil, pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.11.1994. Graduado em Administração pela Universidade Estadual de Maringá, concluído em 31.12.1977.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal da ANABB - Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, de 2009 até 2012; Conselheiro Fiscal Suplente da ANABBPREV - Fundo de Pensão Multipatrocinado, de 2009 até 2012; Conselheiro Fiscal da Forjas Taurus S.A., de 2011 até 2012. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Antonio trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Antonio não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Antonio declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Marcus Roger Martins da Costa: Formação: Graduação em Economia pela UFMG; Parceria para o Desenvolvimento Empresarial pela Fundação Dom Cabral; Gestão de Pessoas em Ambiente de Mudanças pela Fundação Dom Cabral; MBA Executivo pela COPPEAD/UFRJ; Human Resource Forum: Key Strategic Human Resource Issues - DARDEN / University of Virginia; CVRD Senior Leadership Program, pela Sloan School of Management / MIT.
Experiência Profissional: atuou como (i) Diretor de Recursos Humanos e Administração na Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A - INVEPAR, de 2010 a 2014; (ii) Diretor de Gestão de Pessoas na Companhia Estadual de Agua e Esgoto do Estado do Rio de Janeiro - CEDAE, de 2015 a 2016. Participa do Conselho de Curadores do Valia - Vale do Rio Doce Seguridade Social, do Conselho Deliberativo do PASA - Plano de Assistência para Saúde do Aposentado da CVRD e do Compensation Committee da CSI - California Steel Industry.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Marcus trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Marcus não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Marcus declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Vicente Humberto Lôbo Cruz: Formação: Graduou-se em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 1985 e em Letras pela Universidade Federal de Goiás, em 1992, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, em 2002 e Pós-Graduação em Engenharia de Processos Minerais pela Universidade de São Paulo - USP, incompleto.
Experiência profissional: O Sr. Vicente é Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, desde julho de 2016 e membro efetivo do Conselho de Administração da Fertilizantes Fosfatados S.A. (produção de matéria-prima para fertilizantes). Nos últimos 5 anos o Sr. Vicente foi sócio proprietário da Lobo Engenharia de Processos Ltda. (consultoria em processos) até julho de 2016; Diretor Industrial na Vale Fertilizantes S.A. (produção e comercialização de fertilizantes), de fevereiro de 2011 até fevereiro de 2015; Diretor Industrial na Vale Fostatados S.A. (produção e comercialização de fertilizantes), de maio de 2010 até janeiro de 2011 e Diretor Industrial na Bunge Participações Ltda. (Holding) de janeiro de 2010 a maio de 2010.
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Vicente trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Vicente não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.

Comitê de Estratégia

Membros do Comitê de Estratégia
Nome Cargo Prazo do Mandado
Ricardo Doria Durazzo Coordenador do Comitê de Estratégia 30 de abril de 2019
Ricardo Antonio Weiss Membro do Comitê (Efetivo) 30 de abril de 2019
Gabriel Stoliar Membro do Comitê (Efetivo) 30 de abril de 2019
Jaime Luiz Kalsing Membro do Comitê (Efetivo) 30 de abril de 2019

Ricardo Doria Durazzo: Formação: Graduou-se em Engenharia Mecânica e especializou-se em Engenharia da Computação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, em 1984 e 1987, respectivamente; M.S. em Engenharia Mecânica (Smart Products, Mecatrônica e Robótica e Smart Product Design Laboratory) pela Stanford University/EUA, em 1989; e MBA em Finanças e Gestão pela Cornell University/EUA, em 1991.
Experiência profissional: Trabalha, desde 2010 como: Sócio-Diretor na Rubicon S.A. (consultoria de gestão de empresas); Senior Counselor na McKinsey & Company (consultoria de gestão de empresas); e Sócio e Membro do Comitê de Investimento na Terra Boa Capital (gestora de recursos); em 2015 foi eleito Diretor e Membro do Conselho de Administração na Saraiva Editores e Livreiros S.A. (negócios Editoriais e Varejo); foi Diretor e Membro do Conselho de Administração na Indústrias Romi S.A. (automotivo), de 2013 até 2015; na Cia. Providência (fabricação e comércio de plásticos em geral), de 2012 até 2014; e na Viver Incorporadora (incorporação imobiliária), de 2012 até 2013. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Ricardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Ricardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Ricardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Ricardo Antonio Weiss: Formação: Engenheiro civil pela USP-SP e pós graduando em administração pelo CEAG-FGV.
Experiência profissional: Atuou como presidente da Anglo American no Brasil, CEO da Santista Textil e CEO da Tavex. Certificado pelo IBGC, atuou como conselheiro independente na Mdias Branco S.A., T4U Holding Brasil e Login Logistica S.A. (onde foi presidente do conselho), todas listadas no Novo Mercado da BMF/Bovespa. Atualmente atua como Conselheiro de Administração na Usiminas S.A. e na Login Logistica S.A. O Sr. Ricardo Antonio Weiss foi indicado pela acionista não controladora TELOS - Fundação Embratel de Seguridade Social e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Ricardo trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Ricardo não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Ricardo declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo. O Sr. Ricardo foi indicado pelos seguintes acionistas não controladores ONYX Latan Equity Fund, Kinea I PIPE FIA, Kiena PIPE FIA, Vinci gas Discovery Master FIA, Vinci Gas Seleção Dividendos FIA, Valor FIA, Oceana Long Biased Master FIA, Oceana Valor Master FIA, Oceana Selection FIA, Oceana Long Biased Master FIM, Offshore LLC, Studio Master FIA, Studio Masetr II FIA, Clube de Investimentos dos Empregados da Vale - Investvale, Huahine LLC e SI Mistral FIA e, conforme declarado para a Companhia, não possui relações familiares, de negócio, ou de qualquer outro tipo com sócios com participação relevante, grupos controladores, executivos, prestadores de serviços ou entidades sem fins lucrativos que influenciem ou possam influenciar, de forma significativa, seus julgamentos, opiniões, decisões ou comprometer suas ações no melhor interesse da organização.

Gabriel Stoliar: Formação: Graduou-se em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, em 1976, pós-graduado em Engenharia de Produção - Área de Projetos Industriais e de Transportes - PIT/COPPE/UFRJ (1976) e MBA-Executivo pela PDG-SDE/RJ, em 1991.
Experiência profissional: Presidente do Conselho de Administração desde maio de 2009. Desde 1978 no Banco Nacional de Desenvolvimento Social - BNDES (instituição financeira) sendo designado, a partir de 1994 até 1997 Diretor do BNDESPAR (gestão de participações sociais); entre 1997 e 2008, na Companhia Vale do Rio Doce (mineração e logística), como Diretor Executivo do Centro Corporativo e de Relações com Investidores e como Diretor Executivo de Planejamento e Gestão; e entre 2008 e 2013 manteve-se vinculado à Vale através de contrato de consultoria, representação em Conselhos e assessoramento à Diretoria. Atualmente é sócio da Studio Investimentos Administradora de Recursos Ltda. (gestão independente de recursos) e membro dos Conselhos de Administração da LOGZ Logística Brasil S.A. (portuário e logística) e da KNIJNIK Engenharia integrada (soluções de engenharia).
Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Gabriel trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Gabriel não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Gabriel declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Jaime Luiz Kalsing: Formação: Mestrado em Sistemas de Gestão pela Universidade Federal Fluminense, concluído em 31.08.2005. Pós-graduado em Formação Geral de Altos Executivos pela Universidade de São Paulo - FEA/USP, concluído em 31.12.1996. Pós-graduado em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas, concluído em 30.06.1993. Pós-graduado em Administração Financeira pela Faculdades Integradas de Santo Angelo - FISA, concluído em 30.06.1985. Graduado em Ciências Contábeis pela Faculdades Integradas de Santo Angelo, concluído em 31.12.1981. Graduado em Administração de Empresas pela Faculdades Integradas de Santo Angelo - FISA, concluído em 31.12.1979.
Experiência profissional: Conselheiro Fiscal na Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - COLEBA, desde 2016; Professor MBA Gestão de Seguros e Resseguro na Escola Superior Nacional de Seguros, de 2008 até 2016; Conselheiro Fiscal da Suzano Papel e Celulose S.A., de 2010 até 2013; Conselheiro Fiscal da HRT Participações em Petróleo S.A., em 2013. Nenhuma das citadas empresas, nas quais o Sr. Jaime trabalhou nos últimos 5 anos, integra o mesmo grupo econômico da Tupy ou é controlada por acionista da Tupy que detém participação igual ou superior a 5% de uma mesma classe ou espécie de valor mobiliário de emissão da Tupy.
Declaração de eventuais condenações: O Sr. Jaime não sofreu, nos últimos cinco anos, qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM, ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou
administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
O Sr. Jaime declara que não é considerado uma Pessoa Exposta Politicamente, nos termos da regulamentação aplicável, uma vez que não desempenha, nem desempenhou, nos últimos 5 anos, no Brasil ou em
países, territórios e dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e outras pessoas de seu relacionamento próximo.

Última Atualização em 31 de Agosto de 2017

Voltar Topo