Início » Empresa » Processo de Fundição

Processo de Fundição

Processo de fabricação de peças em ferro fundido da TUPY S.A.

O processo de fundição de ferro consiste na seleção e fusão de matérias primas (sucatas de aço, ferro gusa, ligas metálicas etc.) seguindo-se no vazamento do metal líquido em moldes de areia. A peça metálica, após solidificação, passa por um processo de resfriamento no interior do molde, desmoldagem e acabamento antes de se tornar o produto final. Em complemento e em alguns casos (por solicitação de clientes), esse produto é submetido ao processo de usinagem.

Fusão

A fusão consiste na transformação dos principais insumos - sucata, ferro gusa, e ligas metálicas - em ligas de ferro fundido em composições químicas adequadas a cada tipo de aplicação. As matérias primas são inseridas em fornos cubilô (matriz energética coque), fornos de indução e fornos a arco (matriz energética elétrica) - onde são transformadas em metal líquido a temperaturas acima de 1500ºC.

A Tupy trabalha com ligas de ferro fundido cinzento, nodular e vermicular (CGI). Este último, em especial, é um material de elevada resistência mecânica, o que permite a construção de blocos de motor mais compactos e com alta potência, sendo assim uma tecnologia importante para motores de última geração. No primeiro semestre de 2013 em torno de 16% das receitas de blocos e cabeçotes foram de produtos em CGI, e a companhia estima que esse montante chegará a aproximadamente um quarto das receitas em 2017. Clique aqui para mais informações sobre o CGI (website da SinterCast).

Moldagem

É o processo de confecção do molde de areia (sílica, bentonita, pó de carvão, água) via sua compressão contra uma matriz, o "ferramental", resultando em negativo que será o responsável por dar formato às partes externas da peça fundida, adequadas às tolerâncias dimensionais especificadas pelos clientes.

Macharia

A macharia consiste no processo de obtenção de aglomerados de areia e resina ("machos"), que funcionam como moldes internos, dando formato às cavidades internas e reentrâncias externas da peça fundida, garantindo a geometria e tolerâncias internas especificadas ao produto. Após o processo, macho(s) e molde de areia são montados e encaixados de forma a se tornar um único conjunto, que receberá o metal líquido na segunda etapa do processo produtivo: o vazamento.


Vazamento

Ao obter o ferro fundido e estando macho e molde prontos e montados, inicia-se o processo de vazamento. A liga metálica fundida é "vazada", vertida no conjunto macho-molde, onde preencherá todas as cavidades do conjunto, obtendo-se uma forma semelhante à do ferramental. Após o tempo necessário de resfriamento, ocorre a desmoldagem da peça, onde grande parte da areia retirada no processo é encaminhada para regeneração e reutilização, enquanto a peça metálica resfriada, livre dos moldes, é encaminhada à terceira etapa da fundição: o acabamento.

Acabamento

Nessa etapa, a peça fundida passa por limpeza interna e externa através de jatos de granalha de aço, para se retirar a areia ainda aderida à peça e pequenas rebarbas metálicas oriundas do processo. As rebarbas de maiores dimensões que ainda permanecem na peça são removidas por abrasivos metálicos ou cerâmicos (esmerilhação). Em seguida, se faz o controle de qualidade do produto de acordo com exigências e/ou especificações de clientes, tais como ensaios de estanqueidade, inspeção dimensional, raio-x, ultrassom, ressonância acústica, dureza, entre outros. Após a sua aprovação nos ensaios, algumas peças já são diretamente expedidas nesse estágio. Outras recebem um tratamento de proteção superficial contra a oxidação (camada de óleo ou tinta).


Usinagem

A usinagem é uma fase posterior à etapa de acabamento, onde são conferidas dimensões e geometria finais ao produto possibilitando suas interfaces e montagens. Essa etapa de fabricação pode ser realizada no cliente ou na Tupy, quando o cliente assim solicita.

O volume de produtos usinados na Tupy apresentou trajetória crescente nos últimos períodos. No primeiro semestre de 2013 a companhia usinou cerca de 13% do volume total de produtos vendidos. Para fins de comparação, em 2006, este volume de usinagem foi de aproximadamente 7%.


Última Atualização em 8 de Dezembro de 2014

Voltar Topo